Edição online quinzenal
 
Terça-feira 28 de Junho de 2022  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 
DOSSIERS

Os verdadeiros acontecimentos económicos e financeiros que mudaram as vidas das pessoas nos últimos tempos, relatados e analisados por especialistas.

 
CONSEQUÊNCIAS ECONÓMICAS DE UMA PAZ NA UCRÂNIA

17-06-2022 Autor: Barry Eichengreen

A exigência de que a Rússia pague reparações por sua guerra não provocada na Ucrânia é moralmente convincente. Mas a Rússia teria menos probabilidade de se reconciliar com a independência e integridade territorial da Ucrânia, deixando os ucranianos inseguros e, portanto,
O FED NÃO MERECE TODA A CULPA PELA INFLAÇÃO

13-05-2022 Autor: Kenneth Rogoff

Um crescendo crescente de comentários coloca a culpa pelo actual aumento da inflação nos Estados Unidos directamente no Federal Reserve. Mas grande parte das críticas é incomumente ingénua sobre as pressões políticas que o Fed e outros bancos centrais ao redor do mundo tiveram que enfrentar nos últimos anos.
Em geral, comentaristas têm oferecido dois argumentos sobre o desempenho das economias avançadas desde o início da covid-19, dos quais só um pode ser verdadeiro. O primeiro é que a recuperação económica tem sido surpreendentemente rápida, superando o que analistas previam e situando essa recuperação à parte do rescaldo de recessões anteriores.
TERAPIA DE CHOQUE PARA NEOLIBERAIS

15-04-2022 Autor: Joseph E. Stiglitz

Como perturbações anteriores na economia global, a guerra da Rússia na Ucrânia destacou a falácia de depender apenas dos mercados para mitigar riscos e fortalecer a resiliência dos países. O neoliberalismo falhou em mais um teste e deve finalmente ser substituído por uma nova visão económica baseada em novos valores.
POR QUE PARAR NOS OLIGARCAS RUSSOS?

01-04-2022 Autor: Yanis Varoufakis

Em um momento em que bombas russas estão destruindo cidades ucranianas, há boas razões para focar nos oligarcas que apoiam o Kremlin. Mas os multi-bilionários americanos e os príncipes sauditas têm menos influência política, guardam menos dinheiro no exterior e usam melhor sua influência?
TORNANDO O JAPÃO PRODUTIVO NOVAMENTE

18-03-2022 Autor: Koichi Hamada

Se as empresas japonesas após a pandemia optarem por retomar uma rotina de trabalho tradicional – com suas longas horas, horários rígidos, deslocamentos exaustivos em trens lotados e férias mínimas – tanto as pessoas quanto a economia sofrerão. Mesmo pequenas mudanças, focadas em aumentar a flexibilidade, fariam uma grande diferença.
A GUERRA DA RÚSSIA E A ECONOMIA GLOBAL

04-03-2022 Autor: Nouriel Roubini

É tentador pensar que a guerra na Ucrânia terá apenas um pequeno impacto económico e financeiro globalmente, já que a Rússia representa apenas 3% da economia mundial. Mas os formuladores de políticas e os analistas financeiros precisam evitar essa ilusão.
UMA RESPOSTA EQUILIBRADA À INFLAÇÃO

18-02-2022 Autor: Joseph Stiglitz

Embora ninguém saiba o que acontecerá a seguir com a inflação, os dados mostram que não há razão para reagir precipitadamente com grandes aumentos generalizados das taxas de juros. A economia está passando por uma transição sem precedentes que pode ser uma bênção para os trabalhadores;
A MÁ GESTÃO DAS EXPECTATIVAS DE INFLAÇÃO

04-02-2022 Autor: Howard Davies

Banqueiros centrais não são obrigados a ter o dom da escrita. A capacidade de construir parágrafos elegantes não costuma estar na descrição de trabalho deles. Até recentemente, muitos dos principais formuladores de políticas monetárias operavam com base no princípio “quanto menos falado, mais depressa consertado”.
O MILAGRE DA COVID NA ARGENTINA

21-01-2022 Autor: Joseph E. Stiglitz

Ao contrário dos Estados Unidos, que poderiam gastar um quarto de seu PIB protegendo sua economia das consequências do COVID-19, a Argentina entrou na pandemia com o baralho empilhado contra ela.
Next Last

 

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome