Edição online semanal
 
Sábado 18 de Janeiro de 2020  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

CONDECORAÇÕES ATRÁS DE CONDECORAÇÕES

10-01-2020 - Henrique Pratas

Logo a seguir ao texto apresentado pelo Francisco Pereira, parece que o Presidente da República leu o seu texto e tomou em consideração o que ele de forma brilhante escreveu e decide atribuir a um treinador de futebol a condecoração honorífica do Infante D. Henrique, supostamente pelos trabalhos na realização da divulgação do País.

E como o Francisco, escreveu mais uma medalha, até parece que o nosso Presidente tem algum relacionamento com o Zé das Medalhas de uma novela que passou na televisão.

Após esta minha introdução entendo que o Presidente da República deveria proceder entrega de medalhas àqueles que visita todos os Natais e que todos os dias lutam para estar vivos, sobrevivem a todas as intempéries e marginalizações dos restantes cidadãos esses são para mim os verdadeiros heróis. Aliás na reportagem que passou na RTP 1 sobre a visita do senhor Presidente da República, ouve um deles que se atreveu a pedir a palavra para solicitar que intercedesse junto do Governo para acabar com os sem-abrigo no nosso País. Palavras benditas, estas sim merecedoras de condecorações honorificas porque estas pessoas todos os dias fazem das tripas coração para sobreviverem e o que é que lhes dão em troca em bocadinho de atenção em certas alturas do ano.

Estes sim mereciam condecorações pelo simples facto de estarem vivos e concomitantemente com estasalgum dinheiro atribuído a título vitalício para poderem ter uma vida condigna e que não nos envergonhasse a nós cidadãos, porque eu entendo que ninguém consegue viver bem sabendo que existem pessoas a viver em condições desumanas. Eu sei que cada vez mais existem mais pessoas a pensar única e exclusivamente no seu umbigo e borrifar-se para os outros que vivem há sua volta, desde que estejam bem não querem saber de mais ninguém, foi para esta forma de ser e de estar que os nossos Governantes nos empurraram, uns deixaram-se ir outros resistiram, possivelmente pagaram uma cara fatura por terem tomado esta atitude mas tomaram-na.

Pelas razões indicadas anteriormente o senhor Presidente da República deveria eleger os sem abrigo, como merecedores de uma condecoração honorifica acompanhada de algum acréscimo de rendimentos para que estes pudessem viver de forma condigna e para não quebrar os critérios rigorosos do Orçamento que nos querem impor, deixo-lhe a sugestão de poder obter essas verbas retirando-as a algumas pessoas que possuem pensões vitalícias chorudas, tudo isto se baseia numa distribuição da riqueza mais equitativa, é muito simples de executar e não provoca desestabilização do orçamento que se pretende aprovar.

E sobre isto mais não escrevo, porque no texto do Francisco Pereira constam todos os atos que devem ser levados em consideração.

Henrique Pratas

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome