Edição online semanal
 
Quarta-feira 30 de Setembro de 2020  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

A GERINGONÇA FOI BOA PARA O PS E VAI SER PARA A DIREITA, SEM DÚVIDA

18-10-2019 - Eduardo Milheiro

A CDU (PCP e PEV) perderam votos e 5 deputados ficando com 12

O BLOCO perdeu votantes mas mantém os deputados 19

O PS enche a barriga, mais 20 deputados tendo agora 106.

O PS, que foi obrigado a fazer muita coisa por imposição da CDU e do Bloco para o Costa ser primeiro-ministro, recolhe os frutos porque foi um governo do PS que fez as medidas que repuseram direitos aos trabalhadores principalmente aos reformados, porque de outra maneira não tinham sido governo nem o Costa primeiro-ministro. E como disse Jerónimo de Sousa nunca houve um governo de esquerda, o que houve foi uma solução política há quatro anos para afastar Passos Coelho do poder.

Mas este povo gosta é de folclore, e toca a votar PS, votou à direita, o PS é de direita, e vamos ver o que o futuro nos reserva.

Como o acordo entre os partidos da Geringonça não se efectivou por causa da Lei Laboral, modificada na legislatura da Geringonça pelo PS com o apoio do PSD, lei que o PCP e o Bloco tinham como condição para acordo escrito ser revista, vem o PS recusar o acordo porque negociou antes com as Associações Patronais não mexer na lei, o que pôs ponto final à nova geringonça.

Agora, os trabalhadores do privado que votaram PS, esperem sentados pelos aumento de salários e rendimentos.

Querem a direita para as negociatas como é hábito dos homens do PS, como relata o Jornal Expresso, a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos está contra a decisão do Governo de entregar “em exclusivo” e sem concurso público o negócio de recolha selectiva de resíduos orgânicos urbanos, obrigatória a partir de 2023, à empresa EGF, que pertence ao grupo Mota-Engil.

A jornalista Carla Tomás adianta que a Associação de Empresas para o sector do Ambiente está ao lado do regulador, mas o ministério refuta a acusação e diz ter “solicitado parecer ao Conselho Consultivo da Procuradoria-Geral da República”.

A assinalar o fim da legislatura e do governo, nova descoberta que cheira a mais trafulhice, quando o Secretário de estado João Galamba demite o director geral de energia e geologia e nomeia outro que agora atribui em Março passado, a uma empresa constituída apenas três dias antes da assinatura desse contrato, a Lusorecursos Portugal Lithium. O contrato de concessão prevê a construção da maior refinaria de lítio da Europa, um negócio de 350 milhões de euros.

Não deixa de ser estranho esta manobra a que um dos chamado homens de esquerda do PS apareça neste negócio que não deixa de parecer mais um dos negócios dos homens do PS. (Ver a noticia aqui)

Como podem reparar ver, o PS é um Enorme Polvo, onde há negócios e dinheiro fácil lá aparecem eles, dando provas que não há mais nenhum partido como, este tanto promiscuidade corrupção como o Partido Socialista.

É a esta gente que vamos ficar entregues mais 4 anos, se desaparece o vento da sorte que lhes tem enfunado as velas, não é p diabo mas pode ser a desgraça.

Aproveito uma frase de Pacheco Pereira num artigo em que se refere ao PSD “entre o avental e os negócios” que se aplica também ao PS, entre o avental e os negócios deixem-nos andar que também vão acabar com esta seita.

Enfim, apoiem o PS que vão ver o que o futuro lhes reserva.

Eduardo Milheiro

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome