Edição online semanal
 
Domingo 18 de Agosto de 2019  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

O BOM DO BIRARDO

17-05-2019 - Francisco Pereira

Neste meu artigo de hoje falarei de uma fantástica ocorrência que prova para além de qualquer dúvida que Portugal é um pardieiro miserável à beira mar plantado, falo claro está da suprema actuação do Joe Birardo, que mais uma vez foi fazer chacota dos presunçosos, não é caso único, quer na alegada trafulhice e roubalheira, recorde-se o impoluto senhor Roussel e dos 15 milhões a que deu o banho sob o consulado do supra sumo da seriedade nacional o gasolinas de Boliqueime, quer no tratamento achincalhante aos deputados, em nada disto o bom do Joe é inovador, a inovação reside na actuação fantástica sem qualquer resquício de respeito, que aliás não merecem, que o Joe demonstrou por aquela tropa fandanga que vegeta naquela choldra parlamenteira.

O inefável senhor Comendador Joe para os amigos foi chamado a passada semana para ser ouvido numa daquelas coisas a que chamam “ Comissão Parlamentar de Inquérito” para falar das suas dívidas de milhões aos bancos nacionais.

Não vou discorrer sobre aquilo que o bom do Joe disse, dos seus risos e gargalhadas nem das palavras dos senhores deputados, não, ao contrário da maioria das opiniões que se manifestam contra o senhor Birardo, eu quero agradecer ao Joe, o inestimável serviço público que prestou com a sua ida a essa tal Comissão, como atrás referi já outros o tinham feito anteriormente, o senhor Belmiro, o senhor Salgado entre outros mostraram-nos a grande relevância dessas comissões, no entanto foi o Joe essa carinhosa figura que melhor nos revelou a extraordinária dimensão da estupidez lusitana, e isso não tem preço.

O bom do Joe, que terá como habilitação académica para aí a quarta classe, mercê da sua capacidade para o trato mercantil, regressa da África o Sul com fama de milionário e consegue embarretar, a palavra certa é mesmo essa “embarretar”, enfiar o urso ou “dar o banho” aos “doutores” que andam por aí a roçar o cu pela finança, pela banca e pela política com uma pinta digna de figurar numa gesta heróica, se o Camões voltasse, era sobre as façanhas do bom do Joe que ele iria escrever.

Reagindo à esplendorosa actuação do bom velho Joe, o senhor Costa, para quem não sabe é o Primeiro-ministro do pardieiro, declarou para quem o quis ouvir que; “… que o país está chocado com desplante de Joe Berardo no Parlamento…”. Permita-me um comentário senhor Costa, o país está chocado é com a imensa corja de ineptos e de incapazes que se alimentam do erário público e que se deixam enganar pelos muitos “Joe’s” que aparecem neste país, mais espantados ficamos quando esta miserável pandilha nunca é chamada a pagar as decisões medíocres que toma, respondendo solidariamente com os seus bens, como acontece connosco os pobres, que basta devermos um tostão para nos penhorarem o penico, creio que na lenga-lenga jurídica existe uma figura que é o “direito de regresso” porque é que tal figura nunca é aplicada quando existem desmandos dos dinheiros públicos?

O senhor Costa declarou também esperar que a “justiça funcione”, caro senhor Costa, ambos sabemos que das muitas coisas que nesta enxovia funcionam mal, a Justiça é uma delas, e que nada disto nunca irá a lado nenhum, excepto claro está mais uma factura para o Zé Pagão assumir.

Entretanto o bom do Joe, fez gato-sapato dessa medíocre elite labrega, dos economistas, dos banqueiros, dos advogados, dos políticos e da demais elite podre e patética, ludibriando-os a todos, pior, instado pelos presunçosos deputados patetas a ir à tal comissão, o Joe foi lá fazer um extraordinário número circense de prestidigitação, que deixou os palhaços tristes que por lá estavam de cara à banda, em suma o homem prestou um extraordinário serviço público a Portugal, demonstrando que Portugal é um país de imbecis, arrogantes, intelectualmente indigentes, que caem no conto do vigário com a maior das facilidades, por isso pessoalmente agradeço ao senhor Joe, foi uma das melhores tiradas da Democracia nacional a que assisti. Obrigado Joe, cada vez que me recordo da cara dos deputados ainda solto gargalhadas.

Francisco Pereira

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome