Edição online semanal
 
Domingo 18 de Agosto de 2019  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Já arranjaram uma vítima para José Silvano!

07-12-2018 - Joaquim Jorge

O PSD arranjou uma vítima para o deputado José Silvano com o dom da ubiquidade, a deputada Emília Cerqueira foi incumbida de o fazer, escolhida como bode expiatório para salvar José Silvano.

Rui Rio está metido num agueiro, sempre defendeu uma imagem de seriedade e não é possível com estes acontecimentos, pois os portugueses podem dizer: “é igual a todos os demais”. Apesar de ter vencido as eleições no PSD fica-se com a sensação que está em minoria e não consegue vencer os viciados.

Rui Rio tinha a noção para onde ia, deve ter a coragem de limpar a casa, a sensação com que se fica é que está a ser engolido pela máquina partidária.

Rui Rio foi eleito para fazer a diferença, a política sem dignidade e assumir responsabilidades não vai lá.

Este exemplo é gritante! O que a senhora fez é uma vergonha. Em relação ao comentário “virgens ofendidas” não deixa de ter razão é prática corrente no Parlamento, a maioria dos deputados assinam a presença uns pelos outros.

A desconfiança nos representantes do povo é brutal, lá porque outros fazem não podemos tolerar semelhante dislate. Ninguém numa sociedade contemporânea pode aceitar que alguém assine o ponto em nossa vez, sem ter estado presente a trabalhar.

Os senhores deputados vivem num mundo à parte, é por isso que ninguém liga à política e fogem dela a sete pés. A deputada do PSD, Emília Cerqueira, assumiu que marcou presenças de José Silvano, se fosse numa empresa era motivo de despedimento com justa causa.

Apure-se a verdade deste caso e de todos os partidos com assento no Parlamento. José Silvano dever-se-ia demitir, mas não o vai fazer, o PSD em poucos meses caminha para o 3.º secretário-geral, o 1.º secretário-geral foi Feliciano Barreiras que fez tramoia no currículo. Agora este senhor de Trás-os-Montes pensa que engana as pessoas, alguém sério não deixa que ninguém faça algo por ele. Como diz um amigo meu: "Quem é da aldeia nunca deixa de o ser, eles saem da aldeia para a cidade, mas a aldeia nunca sai deles".

Para haver uma nomeação de um 3.º secretário-geral terá que haver um congresso extraordinário e todos sabemos as consequências disso, quem está atento à política, Rui Rio arriscava-se a ser apeado de líder.

Os portugueses continuam a pagar a esta gente toda: falsos subsídios, presenças falsas, viagens falsas, entre outros. Mas continuam a votar! Apesar de metade dos portugueses já não irem na cantiga e não votarem.

Tudo isto é feio, humilhante, indecente, vexatório, imoral e escandaloso, diria obsceno. Há alguns políticos sérios, mas a maioria são ineptos, desonestos, intrujões e querem-nos fazer de atrasados mentais.

Este episódio teve uma coisa que eu desconhecia e aprendi: saber a diferença entre “password” e “passar-a-word”.

Biólogo, fundador do Clube dos Pensadores

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome