Edição online semanal
 
Quarta-feira 12 de Dezembro de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Onde Pára a GNR e o Que Faz Câmara?

15-06-2018 - Eduardo Milheiro

O trânsito em Almeirim tem uma fiscalização muito pouco eficaz, pois os abusos e desrespeitos cometidos pelos condutores são insuportáveis. Mas como eles parecem saber que a GNR só actua talvez aí uma vez por mês, cometem todos os atropelos ao código de estrada e aos regulamentos camarários sobre trânsito e estacionamento.

Podemos ver carros estacionados em cima de passeios, em frente a portões de garagens, em zonas com sinais de “proibido estacionar”, transitar em ruas com sentido proibido, enfim, um autêntico regabofe em que se transformou o trânsito da nossa cidade, já para não falar no trânsito nas rotundas e a falta de sinais de mudança de direcção, parece até que os veículos que vêm para Almeirim não vêm equipados com este dispositivo.

O estacionamento é de qualquer maneira, gentalha que não respeita nada nem ninguém. Para esse tipo de gente, não existem cadeiras de rodas, carros de bebés ou invisuais.

Uma das grandes lacunas é a falta de patrulhamento nas ruas pelas GNR e a intervenção da mesma, fazendo aplicar a Lei. Todos os dias deve haver fiscalização, agora até têm uma “motoreta” oferecida pela Câmara e até fica barato fiscalizar.

A Câmara parece ser alheia a este problema, pois o centro da cidade debate-se com a falta de lugares para estacionar no centro, fala agora a Câmara no parque de estacionamento na cerca do hospital, não sei se será suficiente.

É que fazer parques em locais que não existe movimento, (existe na realidade, mas apenas aos fins-de-semana) como é o caso do parque construído na zona dos Celeiros da EPAC, não resolve o problema da Cidade. Poderia resolver, se não autorizassem os estacionamentos da forma despudorada com que permitem estacionar no parque junto às traseiras da Câmara, mas mais grave ainda, com um parque na ex-zona dos Celeiros da EPAC os condutores estacionam na travessa da farmácia muitas vezes em cima da passadeira dos peões.

Quem nos explica o que se está a passar aqui para tanta impunidade? Não deve ser só a inércia, deve haver outro problema.

A GNR tem meios para poder actuar, pois a Câmara tem ajudado com veículos para patrulhamento em Almeirim, uma vez que a própria Câmara e responsáveis proclamam isso aos quatro ventos nas Redes Sociais.

Vi um carro que não parou no STOP do cruzamento junto à Ourivesaria Pinhal, que mudou de direcção e seguiu no sentido da CMA, vinha um veículo da GNR que vinha do lado do Cemitério, seguiu atrás do veículo que NÃO parou no STOP e não fez nada. Mas tenho mais exemplos que poderia dar e que testemunhei, mas não vale pena estar insistir com mais factos que todos sabem que existem.

Já foi falado em tempos, nos terrenos que ficam nas traseiras do Cine Teatro e da chamada casa do Sacristão, ou seja, toda a frente que dá para o Jardim e que vai até à Rua dos Apóstolos. Houve uma altura em que falaram nesta zona para fazer um Parque de Estacionamento, sendo que o problema seria o envolvimento desta Casa do Sacristão com um Banco. Tantos anos depois, deve estar resolvido, ou não? É caro. E os celeiros da EPAC e a Junta Nacional do Vinho?

A questão do trânsito e o estacionamento é um problema importante para Almeirim e no centro da Cidade é importantíssimo, Almeirim não é só Sopa de Pedra nem a zona dos restaurantes, o centro é onde está a história e o maior património cultural e todos os serviços relevantes da cidade.

Já agora, resolvam o problema do trânsito e semeiem e plantem flores no Jardim, recoloquem o Coreto que tiraram, se não sabem como, devem haver fotografias do tempo da outra senhora e vejam como se tinha um Jardim bonito, aprazível e que a população de Almeirim gostava de frequentar principalmente nas noites de verão.

Eduardo Milheiro

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome