Edição online semanal
 
Terça-feira 22 de Maio de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

DOIS QUINTOS DO INFERNO

20-04-2018 - Pedro Pereira

Durante o século XVIII, o Brasil-colónia pagava um alto tributo ao seu colonizador: Portugal. Este tributo incidia sobre tudo o que fosse produzido em terras de Vera Cruz e correspondia a 20% dessa produção. Esta alta taxa, absurda tinha por nome, «O Quinto». Taxa esta que incidia, principalmente, sobre a produção de ouro brasileiro. «O Quinto» era odiado por quase toda a gente, pelo que foi apelidado de «O Quinto dos Infernos». No ensino elementar, no Brasil de hoje, nas aulas de História desse país, é ensinado que Portugal quis em determinado momento cobrar os «quintos» atrasados de uma única vez, no episódio conhecido como «A Derrama», facto este que revoltou a população, tendo dado origem ao movimento conhecido como «Inconfidência Mineira», que teve o seu ponto culminante no enforcamento do líder Joaquim José da Silva Xavier, o «Tiradentes». Apesar dos livros escolares ainda apresentarem um «Tiradentes» como herói, sabe-se hoje que foi um dos maiores contrabandistas de ouro do Brasil. Mas o curioso é que contrabandeava justamente para fugir dos altos tributos impostos pela coroa portuguesa. Afinal, quem aguenta impunemente tão alta carga tributária?

O alferes «Tiradentes» e os seus companheiros contrabandeavam o produto do país, para fugir do «Quinto dos Infernos». A diferença entre os dias do «Tiradentes» e os nossos dias, é que naquele tempo uma voz ergueu-se e lutou pelo fim do imposto absurdo, sendo condenado à morte por este ideal. Hoje, a carga tributária em Portugal (e no Brasil) é muito superior à da época da Inconfidência Mineira, praticamente o dobro. Ou seja, atualmente pagamos «Dois Quintos dos Infernos». Só precisamos de encontrar um novo «Tiradentes» que nos salve, portugueses, da canga tributária que a todos asfixia, da classe média para baixo, que o mesmo é dizer: que salve o país do buraco em que sucessivos governos relapsos e malfadados o meteram e persistem em fazer.

Pedro Pereira

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome