Edição online semanal
 
Quarta-feira 14 de Novembro de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

MAIS MALEAVEL QUE A PLASTICINA…

16-03-2018 - José Janeiro

Um dia todos os políticos serão assim… espera, já são! O futuro chegou! Por momentos pensei que tinha chegado numa maquina do tempo para ver políticos tão maleáveis como a plasticina. Imaginem que esses humanos conseguem um grau de competência só comparável ao “Princípio da incompetência de Peter”, para quem não está familiarizado com a coisa, é o seguinte: foi enunciado por Laurence J. Peter, dentro da Teoria Estruturalista, em que afirma que todos têm tendência a ser promovidos até ao seu nível de incompetência… isto diz-vos alguma coisa?

Um homem Insuficiente

Licenciado aos 37anos, colador de cartazes profissional, gestor da tecnoforma, Primeiro Ministro que desconhecia que teria que liquidar impostos, professor catedrático sem cátedra mas requisitado como tal. Este é o brilhante Curriculum de um futuro catedrático que por certo ensinará profundas teorias económicas aos seus discentes. Premiar a incompetência é algo comum para um ex-PM porque não é um comum mortal, mas um deus da plasticina.

Os comuns mortais encontram-se todos na fila do IEFP, os deuses da plasticina, em qualquer tacho, potenciado por uma qualquer rede de gnose de genética duvidosa. A competência nestes casos é secundaria o que interessa verdadeiramente é a imitação de um boneco desgastado.

Não sou daqueles que acredita que apenas a teorização catedrática é mais importante que a pratica das “mãos na massa”, ou grandes nomes da historia não teriam conseguido grandes façanhas que pontapearam a humanidade para um rumo, mas esses que o fizeram tinham a verdadeira experiencia de serem gente e não uma coisa amorfa.

Que pode ensinar um homem que não tem coluna vertebral e decide que os seus conterrâneos são meros peões nas mãos de interesses obscuros e em nome de uma mentira generalizada chamada crise? Fica a questão.

Betinhos em congresso

Em clima de Igreja Universal, assistimos ao expoente máximo do congresso dos Betinhos, com um Chicão, um roto e uma galinha que quer ser galo. Como habitualmente o principio de plasticina foi uma das tónicas habituais nestas coisas. Com uma votação não maior que um digito no panorama nacional, pretende o grupelho assumir-se irrevogavelmente como vencedor pre anunciado das próximas eleições.

Para tal foi buscar dois pseudo pesos pesados a projectada líder de uma Associação resultante dos incêndios e que na desgraça se auto catapultou para a ribalta e um comendador interventor num governo sombra, para isso mesmo, construírem uma alternativa de governo.

Na verdade, o PS será o único partido equivalente que não perdeu votação nos países europeus, quiçá em Portugal tem mais votos que todos os seus congéneres juntos no espaço europeu, mas daí a olhar com tamanha ambição alguém conotado com uma governação desastrosa será muito sôfrego nas intenções.

Fez furor a frase do bailado das touradas, que demonstra claramente duas coisas: coluna “plastiniciada” e o “nim” pre preparatório da condição futura pseudo Primeira Ministra, já usual na irrevogabilidade daquele partido. Como sempre a falta de coragem dos intervenientes na vida politica (e obviamente não falo de assumir paneleirices) é uma tónica infeliz e recorrente sobretudo nos temas em que se requer uma coisa importante: OPINIÃO.

E o banho de “honestidade” intelectual continua

Confesso que não sei o que leva os plasticinados da politica a assumirem o que não são. Mais um que assume uma mentira curricular, desta vez com a falsificação de um documento de uma universidade americana.

A necessidade de colmatar a falha profissional de quem nunca trabalhou na verdadeira acepção da palavra… é escabroso e recorrente!

O Rui Rio bem tentou criar uma aureola de honestidade, mas o bombardeamento dos correligionários e as broncas dos vices, foram criando casos que o vão tramando consecutivamente, num vórtice destruidor. Com amigos destes quem precisa de inimigos?

Imaginem que o idiota acreditava há 9 anos que era investigador convidado na universidade de Berkeley, imaginem, o que está escrito “acreditava”, bom tanto acreditou que nunca achou necessário enviar qualquer trabalho de investigação ou seja acredita-se e já está…

Demagogia? Não! Realidade

A EDP, sempre ela, pagou 0,7% de IRC na sequencia de manobras de engenharia fiscal, para quem não saiba são 13 as manobras pseudo legais. Na verdade fazendo umas continhas a falta fiscal da EDP vale pouca coisa apenas o equivalente a 3 hospitais e umas 300 escolas, trocos portanto.

A marosca legal chama-se dupla tributação e com os interesses em Espanha e USA a coisa implicou uma poupança ridícula de 438 milhões de euros, juntando a isso a falta de entrega de dividendos ao Estado que era o proprietário, decorrente da brilhante decisão do novel catedrático do ISCSP, temos o rendimento elencado, tendencialmente para zero.

Mas não é caso único, ficámos a saber que os CTT numa acto de super gestão decidiu pagar o dobro dos resultados aos accionistas em dividendos, porque, imaginem, esses super gestores se comprometeram a tal no plano definido há uns anos atrás. Não sei se aqueles super gestores sabem o que quer dizer a palavra “previsão” em gestão, possivelmente confundem-na com realidade, vá-se lá saber… mistérios de super gestores, que o comum mortal desconhece.

Porradinha desportiva

Toupeiras, cuspidelas, insultos, agressões e sei lá mais o quê num desporto que só tem o nome por tão escabroso se transformou. Não há pachorra para gente desta.

Claro que tudo isto só é possível por se sentirem intocáveis por duas coisas básicas: numero de sócios que se emocionam e os protegem e por movimentar milhões, valores esses, que como sabemos comanda a sociedade.

Tudo isto é nojento e pouco ético… Ética? Hummm palavra desconhecida no dicionário dessa gente.

Por ultimo

Por acaso vocês tiveram coragem de ver as recentes propostas dos criadores de moda? Que acham? Servem para espantalhos ou não?

Mantenham-se sóbrios e até para a semana.

José Janeiro

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome