Edição online semanal
 
Domingo 22 de Julho de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

RECORDANDO…
V - PORTUGAL – DE 2000 A 2005

19-01-2018 - Pedro Pereira

Em 1 de Janeiro de 2000, Portugal assume pela segunda vez a Presidência da Comunidade Económica Europeia (CEE), sendo na altura Primeiro-Ministro de um governo do PS, o Engº. António Guterres.

De assinalar ainda nesse início de novo milénio, a 5 de Julho, a morte do engenheiro civil, Edgar Cardoso, responsável pela construção de inúmeras pontes, de entre elas a ponte da Arrábida e a ponte de S. João, ambas sob o rio Douro, entre Porto e Gaia.

Em 2001, a 8 de Janeiro, a notícia de maior impacto público foi a novidade da abertura da primeira estação televisiva portuguesa, dedicada exclusivamente à transmissão de notícias durante as 24 horas do da sucessivamente.

Em 4 de Março deu-se umas das maiores tragédias colectivas em Portugal, protagonizada no colapso da ponte Hintze Ribeiro, em Entre-os-Rios, Castelo de Paiva sobre o Douro.

No desastre foi arrastado para o rio um autocarro q ue transportava 53 passageiros, bem assim como três automóveis que transportavam um total de 6 ocupantes.

Depois de largas semanas a fio nas buscas dos mortos e dos sobreviventes, apenas foi possível recuperar 23 dos 59 cadáveres.

Na sequência deste desastre, o ministro das Obras Públicas do governo PS, Jorge Coelho, demitiu-se.

A 17 de Março realizaram-se de novo eleições legislativas, das quais saiu vencedor o PSD, que auferiu 40,21% dos votos. O XV governo Constitucional formado num acordo de incidência parlamentar com o CDS liderado por Paulo Portas (que assumiu o cargo de Ministro da Defesa), tomou posse em 6 de Abril, liderado por Durão Barroso.

Este primeiro-ministro tornar-se-ia particularmente famoso além fronteiras, por ter sido protagonista da famigerada Cimeira das Lajes (nos Açores).

Os actores daquela que ficou conhecida também, como a Cimeira da Guerra (contra o regime iraquiano de Saddam Hussein), foram além de Barroso, o Presidente norte-americano e os então primeiros-ministros britânico e o espanhol, José Maria Aznar.

Numa ilha plantada no Atlântico, George W. Bush (EUA), Tony Blair (Reino Unido) e José Maria Aznar (Espanha), foram recebidos por Durão Barroso, tendo-se reunido na tarde do dia 16 de Março de 2003, para uma cimeira que encerrou quatro dias após, na madrugada do dia 20, tendo tido início a partir dessa altura a intervenção militar no Iraque, cujo saldo final é um mundo mais sombrio, inseguro e sinistro. Aquele em que hoje vivemos.

Em 23 de Setembro de 2003 teve início um longo processo judicial que encheu os cofres de vários órgãos de comunicação social com um folhetim rocambolesco que fica para a História com o nome: «Processo Casa Pia». Foi despoletado por uma entrevista a um antigo aluno da Casa Pia onde este alega ter sofrido abusos sexuais. A partir de então foi dado início ao processo mais longo e mediático da justiça portuguesa, que incluiu figuras sonantes das mais variadas áreas da sociedade, nomeadamente políticos e jornalistas, entre outros.

O ano de 2004 foi particularmente funesto para figuras gradas da sociedade portuguesa de que destacamos o falecimento em 8 de Maio do  empresário António de Sommer Champalimaud, dono de um vasto império industrial e financeiro (siderurgia, cimenteiras, seguros…) sendo considerado o homem mais rico de Portugal na data em que a parca o apanhou.

A 8 de Julho morre Henrique Mendes, de 73 anos, locutor e apresentador de televisão, de rádio, actor e um dos pioneiros da televisão em Portugal.

Em 10 de Julho é vez de Maria de Lourdes Pintasilgo, engenheira que foi primeira-ministra no V Governo constitucional durante seis meses (Julho de 1979 a Janeiro de 1980) embaixadora de Portugal na UNESCO entre 1975 e 1981, candidata à Presidência da República em 1986 e deputada ao Parlamento Europeu entre 1986 e 1991.

Entretanto em 13 de Junho realizaram-se eleições para o Parlamento Europeu, que foram ganhas pelo PS com 44,53% dos votos, seguido pela coligação PSD/CDS com 33,27% dos votos.

Quase a terminar o ano, no plano internacional, como encerramento macabro, no dia 26 de Dezembro pelas 7h59 (0h59 em Lisboa) um sismo de grau 9 na escala de Richter com epicentro no oceano Índico, a 250 da ilha indonésia de Sumatra originou um tsunami que devastou as costas de 12 países com destaque para a Indonésia, Malásia, Tailândia, Birmânia, Sri Lanka e Índia. Estimam-se em cerca de 200 mil o total de mortos provocados pelo sismo e pelo tsunami.

No ano de 2005 de novo se realizaram eleições legislativas em Portugal, em que o PS liderado por José Sócrates obteve maioria absoluta (45,03% dos votos)

Em 13 de Junho faleceu Álvaro Cunhal, líder histórico do PCP,

considerado um dos mais importantes lutadores anti-regime salazarista.

Pedro Pereira

NOTA

Damos por encerrada com esta última crónica, a sequência cronológica de acontecimentos havidos em Portugal que temos vindo a publicar nestas últimas cinco semanas. Trata-se um trabalho que pretende aclarar a mente do leitor, fazendo «luz» para o caso que de querer dar sequência nos seus apontamentos à sucessão de acontecimentos havidos nesse período. A confecção de uma cronologia histórica é sempre um trabalho incompleto. Por conseguinte, este não é (de todo) um trabalho exaustivo nem conclusivo.

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome