Edição online semanal
 
Segunda-feira 11 de Dezembro de 2017  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Entrevista ao Primeiro-Ministro

16-06-2017 - Henrique Pratas

No dia 07 de junho do corrente ano, contrariei a minha vontade de não ver mais entrevistas politica realizadas por qualquer canal de televisão e assisti à entrevista que o Primeiro-Ministro concedeu à SIC no Jornal da Noite.

O seu interlocutor é uma personagem que simplesmente detesto, porque se está a colocar em bicos de pés quando não tem capacidade nem idoneidade para tal, o seu nome é José Gomes Ferreira e nada tem a ver com o escritor com o mesmo nome e que era um excelente escritor e uma excelente PESSOA, este o que sabe é de folhas de Excel e pouco mais, tem com sabem, porque foi ele que o manifestou uma ambição desmedida para exercer o cargo de primeiro-ministro, mal irá o País se algum dia ele alcançar esse objetivo.

O que assisti foi na minha opinião deplorável, a certa altura tive algumas dificuldades em entender quem era o entrevistado e o entrevistador, tal o desmando do entrevistador que em vez de colocar questões e ouvir as respostas, interrompia sistematicamente o primeiro-ministro para fazer vincar as suas opiniões e ideias pré-concebidas e duvidei que ele estivesse lá para colocar questões, senti que ele estava a apresentar o seu programa eleitoral, será que já entrámos em campanha eleitoral para as legislativas, interroguei-me a certa altura.

Considero que a dita entrevista foi um flop o primeiro-ministro não conseguiu responder praticamente a nada porque o entrevistador simplesmente não o deixava e volto a frisar, empertigou-se sempre para dar as “respostas” às questões que colocava, este é o exemplo inacabado do que o que não deve ser uma entrevista. Na minha humilde opinião o entrevistador deve preparar a entrevista, sem qualquer tipo de condicionamento ideológico ou partidário, ou ideia pré-concebida e sobretudo deve saber ouvir e em função das respostas que são dadas deve orientar as questões que deverá colocar a seguir com o intuito de esclarecer os espetadores.

O que se passou ontem na entrevista da SIC, na minha opinião foi um ato de desinformação, quem se preparou para ver a entrevista deve ter ficado muito confuso pelas razões que já invoquei, considero-a mesmo como um mau, para não escrever péssimo exercício do que deve ser atividade jornalística, nomeadamente no que concerne à função de informar.

O que eu assisti foi a um entrevistador recalcado e com a obsessão, ganha não sei onde, ou induzida não sei porquê a tentar demonstrar que reúne as condições para satisfazer o seu ego, a de ser primeiro-ministro deste País.

A SIC que se pauta por ter excelentes profissionais de informação televisiva logo devia ter escolhido o pior para realizar a entrevista ao primeiro-ministro em exercício deste País António Costa.

A SIC ou melhor o entrevistador que foi “eleito” para conduzir a entrevista ao primeiro-ministro, esteve muito mal, foi na minha opinião um excelente exercício do que não deve ser uma entrevista, acompanhada de um ato de desinformação completa.

Em suma o que é que ficámos esclarecidos, resposta de nada.

Henrique Pratas

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome