Edição online semanal
 
Sábado 21 de Julho de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

APENAS UMA ELEMENTAR ANÁLISE-SÍNTESE POLÍTICA PRÉ-ELEITORAL DE #ALPIARÇA

03-03-2017 - Eduardo Costa

- Nas últimas eleições autárquicas o PCP-CDU atingiu 2139 votos, tendo-se verificado os seguintes resultados:

- PCP-CDU: 2139 votos;
- PS: 848 votos;
- TPA: 755 votos (inclui mas não é o PSD).

- Não havendo sondagens locais, vou-me socorrer dos posteriores resultados eleitorais do PCP-CDU, para ilustar a queda impressionante verificada:

- Europeias de 2014: 1103 votos;
- Legislativas de 2015: 1227 votos
- Presidenciais de 2016: 733 votos (a)

(a) Pela 1ª vez em Alpiarça o candidato PCP (Edgar Silva) não obteve maioria absoluta, tendo ficado em 3º lugar

- Se acordo com os dados numéricos disponíveis supra e face ao fundamentado descrédito fáctico e documental, da actual vereação comunista, afigura-se previsível que possa ter uma queda na votação que poderá eventualmente atingir valores próximos dos 500-1000 votos, conforme indiciam os resultados eleitorais acima indicados, malgrado o aproximar de obras pré-eleitoralistas (ex. Jardim Municipal) e do "controlo" da comunicação escrita incluindo INFOMAIL´s e revistas municipais.

E do lado da Oposição?

- Temos um PS, já com uma prestigiada candidata Dr. Sónia Sanfona às próximas "Autárquicas", que passou de 848 votos nas últimas "Autárquicas" de 2013, para uns promissores 1243 votos nas últimas "Legislativas" de 2015, e sob quem recai 3 grandes responsabilidades.

1ª Unir todo o partido em torno de um projecto credível, ultrapassando-se eventuais divergências internas, mesmo pessoais, em prol dos superiores interesses de Alpiarça;
2ª Arregimentar figuras independentes de inegável prestígio e credibilidade, para consolidares se projecto.

3º Mesmo que não haja acordo pré-eleitoral de coligação, que muito favoreceria os resultados da Oposição em termos de Método de Hondt, diligenciar um acordo pré/pós eleitoral, no sentido de promover uma maior abrangência do seu projecto e isolar a estratégia comunista.

- Temos ainda um muito radical PSD local, que nas últimas "Autárquicas" de 2013, dissimulado num projecto credível de movimento de cidadãos independentes (TPA), conseguiu uns surpreendentes 755 votos, mas que agora, depois de desagregar esse movimento e dele afastar vários independentes, irá concorrer sozinho.

- Sendo o seu espaço político, à direita do PS, prevê-se que se assuma no espantoso paradoxo de se transformar num imprevisto aliado eleitoral do PCP no combate ao PS, como forma de lhe roubar votos para si.

- Em conclusão, perante a queda de votação que se tem verificado no PCP-CDU na ordem dos 1000 votos e perante as últimas votações locais obtidas pelo PS (1243 votos), é possível uma vitória PS nas próximas eleições autárquicas, cuja expressividade dependerá do radicalismo do PSD (em versão PAF com o CDS ou não) se aliar ao PCP, no combate ao PS, como forma de alargar o seu reduzido espaço eleitoral, ou colocar os superiores interesses de Alpiarça acima dos "umbigos narcisistas" de alguns dos seus principais dirigentes locais.

Eduardo Costa

PS: O Grupo “MUDA ALPIARÇA” do Facebook, onde este artigo seria também publicado foi em 01Mar2017 sabotado e destruído, tendo o seu moderador sofrido injurias e ameaças anónimas através de emails falsos.

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome