Edição online semanal
 
Terça-feira 22 de Maio de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

NÃO LIXEM MAIS OS ADULTOS MAIS VELHOS!

27-01-2017 - Armindo Bento

"Yo soy yo y mi circunstancia". Liberdade e destino. A vida é isto, o que não é pouco. José Ortega y Gasset :

 Há dias li num lado qualquer, que num estudo que foi publicado no Journal of Clinical Psychiatry os autores tentam demonstrar “que as pessoas mais velhas têm uma menor expectativa em relação à realidade e parecem ser melhores na regulação emocional e complexo processo de tomada de decisão e resolução de problemas do que os adultos mais jovens”.

Todos temos bem presente entre os compromissos assumidos pelo primeiro ministro Dr. António Costa, antes das eleições, consta a anulação das medidas de “saque das pensões e reformas”. A mesma proposta preliminar de orçamento para o próximo ano prevê que o regime desapareça em 2018. "A partir de 2018, o subsídio de Natal é pago integralmente, nos termos da lei “ Trata-se de uma intenção que terá de ser confirmada no próximo ano, embora seja reposta em 2017 o valor das reformas e pensões, cessando deste modo o surripio de parte das mesmas, levadas a efeito pelo desgoverno de Passos Coelho, o que determina por fim ao famigerado corte nas reformas e pensões.

Como sabemos as pensões acima de 842€ estão congeladas há 9 anos. Passaram pelo corte brutal que foi unilateralmente aplicado por Passos Coelho/Portas e que foi resultante do grande aumento de impostos desse desgoverno da muito má memória. Para além de acima de 1000€ passaram pelo "roubo", pelo “saque” da Contribuição Extraordinária de Solidariedade instituída pelo mesmo desgoverno.

Na realidade perdemos um subsídio de férias e um de Natal. Passámos depois a receber o subsidio de Natal em duodécimos para mascarar essa grande subida dos impostos e finalmente, em 2017, tínhamos a expectativa de não sofrer qualquer corte na pensão ou reforma, apesar de a mesma estar ao nível de 2008!

 Na verdade não pode ser considerada uma surpresa ao verificarmos que em Janeiro de 2017, para além de se continuar a aplicar uma “sobretaxa” juntamos um “rombo” de 50% no duodécimo do subsidio de Natal, que vai fazer falta a muita gente que, mensalmente, sente as dificuldades de um menor poder de comprar, bem sei que o mesmo vai ser recuperado em Novembro de 2017 e a sobretaxa cessa em Dezembro de 2017, o que não se podendo “acusar” o governo de incumprimento dos compromissos assumidos, pois cumpre em 2017, mas não deixa de “frustrar” as expectativas dos cidadãos mais velhos e abrangidos pelas pensões e reformas. Ou será que estas medidas só deveriam avançar quando fossem repostos os escalões do IRS?

Para concluir e mais uma vez estamos perante uma realidade politica, que não atentou às consequências e nos efeitos na redução das expectativas que foram geradas, reconhecendo que alguns afirmarão que “ que não será por aqui que o gato vai às filhoses”, mas não esquecendo que “duodécimos pagos a 50% farão encolher o rendimento mensal de 86% dos pensionistas,” o que nos leva a poder afirmar que  os políticos não sabem ou não percebem o que é que são “expectativas dos cidadãos” e a sua gestão para a aplicação de uma justa politica e participação dos cidadãos!

Armindo Bento (Economista Reformado)

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome