Edição online quinzenal
 
Quinta-feira 23 de Maio de 2024  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Quo Vadis Populos

16-02-2024 - Fernando Pacheco

Com nove séculos de milagre existencial (1139-2039), a Lusitânia telúrico-marítima, desnatura-se por dentro de si própria, numa afronta blasfema, à eternidade da Memória: Camões perpetuou a Gesta da Epopeia, interrompida pelos “amigos da onça” (o Turco não foi capaz disso), acabou humilhado, pela esmola da Corte; Vieira denunciou a Arte Maligna de Furtar e escapou à fogueira por uma unha negra; Pessoa falou das lágrimas de Sal Português no Mar, convicto, de que tudo vale a pena se a Alma não for pequena! Morreu sozinho, no Hospital dos Franceses (que tamanho tem agora a Alma?).

Pensa um pouco, nas escolas modernas, de disrupção cognitiva da Novilíngua, e vê que estes Gigantes Lusos da Sorte, aos tombos na Vida Real, nunca coçaram as calças nas cadeiras do copy-paste, ou nos bancos das cantinas do fast food… e dos tablets;não fizeram vacinas do Covid, e rejeitaram, sempre, livros de instruções. Para bem deles e do nosso, já sabiam que a Sorte, dá muito Trabalho… que a existência e a saúde, são migalhas de Luz obscura e temporária, nas danças da consciência Cósmica. Dizem… que nada se perde! Mas afinal, talvez nem tudo se transforme e… algures – permaneça! Era a Sabedoria Deles.

Face à charada eleitoral em curso, convém lembrar, que as coisas já foram decididas, com cuidada antecedência, nas Universidades de Verão, nas Outras (Públicas e Privadas, até aos fins-de-semana) e mais Além… todos sabem disso.

Não te enerves! os golpes-baixos e cotoveladas, desferidos entre os “eleitos”, no único elevador social que resta, e onde não cabem todos, deixa ainda algum espaço aberto, para os retardatários (chicos espertos e patos bravos) que só acordaram agora. Vai com calma, não sejas Burro, cuida da tua certificação Partidária prévia, que no meio da confusão, talvez se arranje ainda, um “lugarzinho ao sol” para ti.

De início, não ambiciones grandes alturas, a tua queda futura (sem ofensa ao Asinino), será fatal.

Claro que falei em Elevador Social! (seja lá o que Este for ou acabe por ser), só que a velocidade de ascensão no dito, carregado de gado “democrático” e de pobres de espírito, que nem sabem aonde vão nem a mando de quem, chegados ao piso das nuvens, carregadas de eletricidade, poderiam, em teoria, ativar um HAARPzinho caseiro, capaz de ir muito além do terramoto de Lisboa (1755).

A Ditadura iluminada, na esteira do caos da República e do estertor da Monarquia, teve o fim anunciado e sem espinhas, mas a Farsa Democrática Moderna, chegou tão longe, que nem o diabo se atreve a fazer prognósticos, o panorama é desolador.

Rezem qualquer coisinha, mesmo que não saibam a quem, para esconjurar essa tragédia.

Quo Vadis Populos?

- Vamos de regresso à Pátria que não podemos abandonar!

Que Romeiros são vocês?

Ninguém?

- Talvez haja surpresas…

NÃO ÀS URNAS

Fernando Pacheco

(O CONGRESSO SERÁ LUSITANO… OU NÃO SERÁ…)

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Coordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome