Edição online semanal
 
Quarta-feira 27 de Outubro de 2021  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

JEROEN DIJSSELBLOEM – PEÇO DESCULPA

12-03-2021 - José Janeiro

Lembram-se das palavras deste ex-presidente do Eurogrupo quando disse: "Não posso gastar todo o meu dinheiro em bebida e mulheres e depois pedir ajuda”? Referindo-se aos países do sul da Europa e em particular a Portugal, equivalente holandesa á nossa célebre expressão Portuguesa: “Putas e vinho verde”.

Todos nos insurgimos contra o bacano, em que entre outros mimos, apelámos á virilidade Lusitana, quais cobridores de gajas holandesas porque os locais já não teriam capacidade para tal. Na última visita á Holanda, constatei isso mesmo, o espaço dedicado ao famoso bairro “Red Light District” estava em decadência, o bar “Beers and Babes” junto á Amesterdam Centraal tinha desaparecido, as sex shop da Damrak eram inexistentes e salva-se o Sexmuseum que continuava ali imponente na sua entrada estreita como se de uma mamoa de tempos imemoriais se tratasse, qual útero pré-histórico dos tempos modernos, antecipando a paródia que se adivinhava.

Quanto a tudo isto, nós, enquanto latinos, nos insurgimos e passados estes anos teremos que pedir humildemente desculpa, isto a propósito das prioridades dos gastos da presidência europeia.

Como bons pelintras e saloios que somos, gostamos de mostrar o quanto o dinheiro de Bruxelas é bem empregue e lá fomos fazer uns investimentos super rentáveis para que os nossos amigos e financiadores da Europa verifiquem o quanto sabemos receber.

Começámos pelos pó pós, 125 de gama alta, que alugamos por 600 milhões de euros, porque como sabemos, os políticos não podem andar de Clio, segundo o tal inarrável Francisco Assis, socialista claro, e que tem um traseiro super sensível. Os meninos de luxo, ou se sentam em couro, quiçá da Toscana que tem renome, ou se for de Alcanena terão que rejeitar, pois ficam com o bumbum avariado e depois parecem ficar com um andar de quem teve uma experiencia sexual avantajada.

Mas não podiam faltar também as fatiotas especiais para os motoristas, porque coitados as que usam hoje em dia estão um pouco coçadas, e lá se ia a imagem de pelintras. Coisa pouca se gastou, quase 40.000 euros. Não temos noticia que tenham comprado também bonés para irem aproveitando e fazerem a pedinchice enquanto os dignatários europeus fossem entrando nos carritos.

Mas o pacote, não aquele aonde estamos a ser enrrabados, mas o do ramalhete, não ficaria completo sem lenços, gravatas, vinho do Porto, espumantes e Chocolates da marca Arcádia, tudo isto para uma festarola final de apogeu covidario, proibido pelas normas de saúde.

Mas se imaginam que a coisa fica por aqui desenganem-se, pois há que criar um centro fantasma de imprensa por perto de 300.000 euros, tudo com a bênção dos votantes nesse antro de corruptos e incompetentes que nos governam e que acham que devem ser mimados com tudo o que possam não olhando a despesas. Já estoirámos até agora mais de 8 milhões de euros, nestas pantominices parolas dignas de um governo que anda pela Europa a envergonhar os seus cidadãos, sobretudo os que passam fome e ficaram sem o seu emprego fruto de políticas de controlo de pandemia erradas e trapalhonas.

Mas se julgam que, do mal, o menos, estes gastos iriam dinamizar algumas empresas com problemas, desenganem-se, pois como já tinha acontecido no caso das golas anti fogo, que não o eram, aqui constituíram-se empresas com 2 euros de capital social, sim 2 míseros euros e com 15 dias de vida, a quem foram entregues grande parte dos contratos por ajuste directo, ou seja para a corja do PS e seus afilhados. É um fartar vilanagem e você, sim você, é o culpado por ter votado nestes gajos.

Se isto não o indigna e lhe merece apenas um singelo encolher de ombros, deixe colocar esta situação em perspectiva, com outras necessidades prementes deste país e começamos pelo desemprego. O governo em finais de 2020 lançou com pompa e circunstancia um programa a que chamou +COESO que tinha como objectivo o desenvolvimento e aumento do emprego em regiões desfavorecidas, parecia algo importante e que iria permitir abranger 5200 desempregados. Previsão de investimento 20 milhões de euros, ou seja, 40% do programa foi gasto na saloiice da presidência europeia, ou dito de outra forma representam mais de 2000 postos de trabalho a que esse valor equivale.

Se fossemos um país rico, a coisa até poderia parecer de menor importância e os deixaríamos ser saloios, só que os projectos +COESO estão aprovados de forma condicional, porque não há verba! Ou seja a prioridade destes energúmenos é serem saloios e não é canalizarem verbas para a premência das empresas e emprego. Continuem a votar nesta gente.

Mas os 8 milhões de euros são ainda uteis para outras necessidades, como os computadores das escolas, que só foram contratados no último dia do ano de 2020 porque, pasme-se, não havia dinheiro, mas para pó pós, putas e vinho já há, aqui as “putas” são os beneficiários dos ajustes directos que têm ligações ao governo para a cunhazinha da praxe. Vamos lá explicar: os 8 milhões representam cerca de 16 100 computadores, sim leram bem 16 100 alunos poderiam estudar em casa com esse dinheiro mal gasto.

Mas os 8 milhões de euros ainda são uteis no SNS, que os governantes criminosos deste país tanto dizem acarinhar, pois bem, representam 900 ventiladores, ou mais de 500 000 fatos de protecção COVID, ou 1 milhão de mascaras FFP2, ou 162 ambulâncias equipadas do INEM, ou ainda se quisermos a contratação de 8400 horas de voo de aviões para combate a incêndios.

Escolham o que quiserem e aonde se poderiam investir os 8 milhões de euros que estoiraram em luxos e saloiices que só nos envergonham. Queriam dar uma imagem, aos líderes europeus, que não temos e somos a chacota internacional, pelas piores razões.

Sim, peço desculpa, ao gajo de nome esquisito holandês, porque também eu me insurgi quando ele me destapou a careca e mostrou a evidência da triste realidade dos políticos que nos governam.

José Janeiro

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome