Edição online semanal
 
Quinta-feira 29 de Outubro de 2020  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

PORTUGAL: o país das excepções

12-06-2020 - Joaquim Jorge

Sinceramente há coisas que não entendo!As imagens deste Sábado, numa manifestação em Lisboa organizada por uma causa louvável pelos acontecimentos racistas nos EUA, mas é inominável, tendo em conta as recomendações pela COVID-19.

Vamos lá ver se nos entendemos. Os portugueses aguentaram quase 3 meses confinados por prevenção e sem excepção com multas e controlo nas ruas com polícia.

O lema #Ficaemcasa, passou para o lema #Saidecasa, mas não desta maneira.

É proibido assistência num jogo de futebol, é proibido aglomerações na praia, é proibido peregrinações religiosas em Fátima. Criticou-se a Festa do Avante que foi devidamente organizada.

Todavia foi possível ver no Campo Pequeno com 2000 pessoas António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa em eventos diferentes.

Não é possível entender esta manifestação! Podem dar as explicações que quiserem, mas é um erro e um péssimo exemplo. Dá azo a que cada um faça o que quiser, como quiser e entender citando aquela manifestação. Porque é que os bares não reabrem?

Somos o país das excepções, a lei não se aplica a todos. Há sempre alguém que é excepção . Esta forma de ser e de estar leva ao escárnio e mal dizer. Há uns e há outros, há os que cumprem e há os que não cumprem. Para uns há justiça para outros não há justiça. Uns pagam impostos outros fogem aos impostos. Para uns são proibidas aglomerações para outros são permitidas.

Ao fim de tanto tempo e com esta pandemia pensei que as coisas iam mudar. Todavia estão na mesma com tendência para piorar.

As pessoas pensam, este assunto nada tem que ver com política, mas com bom senso e juízo. Andam a gozar connosco e fazer de nós cobaias e meninos com um QI < 100. A maior força de quem decide deve-se ancorar na “força do exemplo”.

O que se passou naquela manifestação é um péssimo exemplo, e leva a que os portugueses deixem de cumprir o que se lhes pede no futuro.

Portugal enferma de inveja, ressentimento, queixume, burocracia, clientelismo, mas também, da excepção e o contornar a lei.

Biólogo, fundador do Clube dos Pensadores e Matosinhos Independente

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome