Edição online semanal
 
Segunda-feira 16 de Julho de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Portugal bom, Portugal mau!

08-08-2014 - João Torres

O que vos parece? Teremos um Portugal bom ou um Portugal mau?
A mim parece-me um Portugal nem bom nem mau.
Sempre assim foi. O mais ou menos. O "nim". Nem não nem sim.
Assim fomos vivendo no passado e vivemos no presente.
O espectro de 40 anos de ditadura com ditadores ainda hoje em potência, condiciona este nosso Portugal.

Veja-se o caso do BES. Uma das famílias que logo após o 25 de Abril foi espoliada de um Portugal ávido de liberdade, de igualdade. E "pufff"!!! Tudo em pouco tempo se esfumou. Rapidamente se chamaram novamente estas famílias com o propósito de capitalizar um País condenado a uma bancarrota iminente provocada por confusões ideológicas de personalidades confusas.

E o que aconteceu? A queda dentro de uma outra ditadura. A ditadura do capital, dos mercados. Governos sucessivos dependentes desse mesmo capital que se traduziu fundamentalmente na banca. A nossa banca que ao longo dos anos e ironia das ironias, descapitalizou o nosso "pequeno" País. Um País retratado por Saramago como uma " jangada de pedra", com vontade de ser Europa sem nunca o conseguir ser. E assim vivemos. Isolados, com um povo maltratado e martirizado por sucessivas políticas tiranizadoras de direitos adquiridos que aos poucos foram retirados. Haverá maior injustiça? Haverá maior tristeza para um povo que lutou pela sua liberdade encontrar-se subjugado a um grupo de pessoas que retém o capital sem sequer ter a possibilidade de contar com um governo que subtraia esse estado de coisas, mas, sim, capitalizando ainda mais esses grupos, ajudando-os nas suas tramas financeiras? Ajudando entidades que se servem do dinheiro de todos os contribuintes de forma criminosa, aplicando-o em proveito próprio para alguns?

Quem é conivente com este tipo de acção é também ele o criminoso.

E os que governaram o nosso País ao longo destes 40 anos são também eles próprios os causadores do estado em que neste momento nos encontramos.

Onde pára a justiça? Para quando a responsabilização dos verdadeiros culpados?

Somos sem sombra de dúvida um País de brandos costumes e de brandas gentes que acima de tudo vive da nostalgia e da saudade. O nosso fado...

Somos um País de boa gente e talvez aí resida o nosso real problema, porque assim facilmente esquecemos de quem nos faz mal.

Mas tal terá de mudar. E só mudará quando deixarmos de ser os bonzinhos e passarmos a ser os mauzinhos. Quando finalmente a uma só voz gritarmos bem alto...basta! Basta de roubos camuflados, basta de sermos espezinhados, basta de corrupção e de espertos que com a ajuda do estado roubam descaradamente o pouco que nos resta. Resta-nos a dignidade, uma história densa da qual nos podemos orgulhar.

Resta-nos a liberdade e essa jamais a vão tirar!

João Torres

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome