Edição online semanal
 
Terça-feira 18 de Dezembro de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Centeno rejeita mexer no défice para investir no SNS

13-04-2018 - Lusa

Mário Centeno foi chamado na terça-feira de manhã a uma reunião conjunta das comissões parlamentares do Orçamento e da Saúde para explicar os atrasos nos pagamentos de dívidas no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

No entanto, a discussão centrou-se mais no subfinanciamento no sector, até face à divulgação pública das condições do serviço de pediatria do Hospital de São João, no Porto. O presidente da unidade hospitalar classificou-as como «indignas» e «miseráveis», e explicou que as obras previstas ainda não avançaram por falta de verbas.

A deputada Carla Cruz (PCP) referiu-se à intenção do Governo de rever o défice de 1,1% para 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) – o que representa menos 800 milhões de euros do que estava inicialmente previsto –, questionando o ministro das Finanças sobre o destino desta verba.

Manifestando-se crítica relativamente a esta «redução acelerada do défice», a deputada defendeu que a verba dos 800 milhões de euros seja aplicada «na resolução dos problemas das pessoas, dos utentes do SNS».

Também o deputado Moisés Ferreira (BE) foi no mesmo sentido: «Vai insistir nesta prática de ir para além da meta do défice? Ou vai pegar nos 800 milhões de euros que estão disponíveis e investir no SNS?»

Na resposta, Centeno não mostrou abertura para mexer uma décima nas suas previsões. «Quando o défice em Portugal era de 11%, a saúde estava bem? Quando foi de 5%, a Saúde estava bem?», perguntou. O ministro defendeu que, como «o orçamento não é infinito», «as escolhas têm de ser feitas».

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome