Edição online semanal
 
Quarta-feira 13 de Novembro de 2019  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Bruxelas melhora previsões do défice para este ano e 2020 em linha com Governo

08-11-2019 - RTP

A Comissão Europeia melhorou esta quinta-feira a previsão para o défice português este ano, para 0,1% do PIB, antecipando ainda um crescimento de dois por cento da economia em Portugal. Já a zona euro deverá registar uma desaceleração, que Bruxelas atribui ao ambiente externo desfavorável.

A Comissão Europeia antecipa, desta forma, um "défice zero", alinhando com as previsões do Governo. É estimada uma redução para 0,1% do Produto Interno Bruto (PIB) face ao défice de 0,4% registado em 2018, quando nas previsões de primavera, em maio, antecipava um défice de 0,4%.

Também para 2020, o executivo comunitário melhorou para "défice zero" (0% do PIB) a estimativa para o saldo orçamental, face ao défice de 0,1% estimado em maio.

"Prevê-se que o défice das administrações públicas diminua para 0,1% do PIB em 2019, apoiado por receitas cíclicas ainda dinâmicas, redução das despesas com juros e um investimento público abaixo do orçamentado", indica a Comissão no documento.

"No entanto, [o défice] é negativamente afectado por uma nova activação do mecanismo de capital contingente do Novo Banco (0,6% do PIB)", acrescenta o executivo comunitário, adiantando que, "excluindo esta e outras medidas extraordinárias, o saldo orçamental deve atingir um excedente de 0,5% do PIB" este ano.

Bruxelas mais optimista que Governo

A Comissão Europeia melhorou em três décimas a previsão de crescimento económico de Portugal para 2% este ano, uma décima acima do esperado pelo Governo, e manteve a anterior previsão de 1,7% em 2020.

Nas previsões económicas de Outono divulgadas esta quinta-feira em Bruxelas, o executivo comunitário estima que o Produto Interno Bruto (PIB) de Portugal cresça 2% este ano, acima da anterior estimativa de 1,7% divulgada em Julho e uma décima acima da previsão do Governo.

Já para 2020, a Comissão Europeia manteve em 1,7% a previsão para o crescimento da economia portuguesa, abaixo do antecipado pelo executivo português.

No Projecto de Plano Orçamental enviado para Bruxelas em 15 de Outubro, o Governo estimou que a economia portuguesa desacelere de um crescimento de 2,4% em 2018, para um crescimento de 1,9% em 2019 e volte a acelerar para um crescimento de 2% no próximo ano.

Moscovici destaca desempenho português

O Comissário Europeu dos Assuntos Económicos afirmou que o crescimento económico português deverá ser muito superior ao da média europeia. Pierre Moscovici explica, no entanto, que Portugal não está imune aos problemas externos.

"O crescimento económico é visto como moderado para Portugal, mas em níveis muito substanciais (...), muito acima da média da zona euro", admitiu.

"Na nossa opinião, esta moderação não se deve a este ou àquele fator das finanças públicas, mas à procura externa, enquanto o consumo e investimento privados continuam robustos", considerou Moscovici.

Crescimento da zona euro desacelera

A Comissão Europeia reviu em baixa a previsão de crescimento da economia da zona euro, para 1,1% do PIB este ano e 1,2% em 2020, uma desaceleração pronunciada que Bruxelas atribui ao ambiente externo desfavorável.

Há precisamente um ano, nas previsões de outono de 2018, Bruxelas estimava que a economia do espaço da moeda única crescesse 1,9% este ano e 1,7% no próximo.

Apesar de este ser o sétimo ano consecutivo de crescimento económico na área do euro, ao longo dos últimos exercícios sazonais de previsões Bruxelas tem procedido a sucessivas revisões em baixa do ritmo da expansão, que tem abrandado de forma vincada, face aos valores de crescimento registados nos últimos quatro anos (2,1% em 2015, 1,9% em 2016, 2,4% em 2017 e 1,9% no ano passado).

Também para o conjunto da União Europeia, o executivo comunitário reviu em baixa as suas mais recentes projeções macroeconómicas, estimando que a economia do conjunto dos 28 Estados-membros progrida 1,4% este ano e nos dois próximos, quando no verão esperava que acelerasse para os 1,6% já em 2020.

c/ Lusa

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome