Edição online semanal
 
Sábado 11 de Julho de 2020  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Portugal não pode parar…

24-04-2020 - Cândido Ferreira

Com os portugueses a respeitarem os valores da nossa civilização, e a proteção civil e a própria Medicina a melhorarem os seus desempenhos técnicos, o Covid-19 parece hoje confinado em limites que já nos permitem sonhar com o futuro.

Necessário e urgente se torna assim abrir, lenta e seletivamente, algumas atividades um pouco por todo o território, para que a economia não “mate” os ganhos sociais obtidos na saúde.

Um desafio corajoso o que lanço, mas a ser levado tanto mais a sério, quando é subscrito por alguém que, até hoje, não falhou nenhuma das muitas antecipações que publicou. Tanto quanto se pode ter a certeza em ciência, asseguro que, com os devidos cuidados, Portugal já não passará pelos horrores que outros países, quiçá com mais recursos, reportaram.  

É nessa onda de esperança que hoje vou contar mais uma historieta, desta vez passada na Casa da Urra e ilustrada com as fotos de um novo casal… dois simpáticos rafeiros alentejanos, “orgulhosamente” tão “plebeus” como os donos.

Desde há quatro anos, apesar de muita reclamação, que os nossos ovídeos têm vindo a ser roubados às centenas, com prejuízos avultadíssimos. Por falta de capacidade para os proteger, havíamos mesmo decidido acabar com o rebanho.

Não é esta, contudo, a altura de desertar. A par da oferta de alojamento a profissionais de saúde que tiverem de ser deslocados para Portalegre – a região mais carente do nosso país – a Casa da Urra decidiu também manter a exploração do rebanho. E foi assim que, apostando no futuro, “recrutámos” estes dois novos “guardas”, canídeos a quem um jovem trabalhador desempregado com quem assinámos contrato, o João, vai passar a “dar formação militar”, mesmo sem telescola para cães.

Vamos lá a ver se resulta…

Sabemos que a governação, por causa dos incêndios, adiou os seus compromissos com milhares de pequenas explorações agrárias, no âmbito de programas europeus. Sabemos que, por causa do Leslie e da aquisição de “brinquedos caros” para a proteção, o “peditório” para os incêndios entrou em saco roto. Sabemos também que nesta “cascata” de , e perante a tragédia do Covid-19, nenhum detentor de cargos políticos, mais comemoração ou menos comemoração de abril, ainda admitiu o “aperto” de um só furo do seu cinto.   

Queremos apenas, num momento em que é preciso relançar a economia nacional, deixar claro que a Casa da Urra, e que Portugal, não podem parar.

Longa e feliz vida aos nossos dois novos “inquilinos” de quatro patas e bom trabalho para o João e restantes trabalhadores que, neste momento, lealmente a nosso lado, tudo fazem para reerguer o Alentejo e Portugal.  

Obrigado a todos

Cândido e Liliana Ferreira

 

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome