Edição online semanal
 
Sexta-feira 24 de Novembro de 2017  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Assim vai o ensino no nosso País

15-09-2017 - Henrique Pratas

Cerca de 232 escolas vão testar a flexibilidade curricular.

O projeto-piloto prevê duas novas disciplinas: Cidadania e Tecnologias de Informação.

A partir de Setembro, mais de 20% dos estabelecimentos de ensino vão poder escolher como ensinar os alunos, segundo o Ministério da Educação.

232 escolas vão testar a flexibilidade curricular: 171 são escolas públicas(73,7%), 61 privadas e quatro das sete escolas portuguesas no estrangeiro.

A medida corresponde a 21,1% da rede de oferta existente, que é constituída por 713 agrupamentos e 95 escolas não agrupadas.

O novo modelo só vai ser aplicado no primeiro ano de cada ciclo de escolaridade (1.º, 5.º, 7.º e 10.º). Às escolas foi deixada a decisão de fixar quantas turmas destes anos irão participar na experiência.

Estas escolas vão ter de integrar na matriz curricular duas novas disciplinas: Cidadania e Desenvolvimento e Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

Segundo o ministério, a lista com os nomes dos estabelecimentos de ensino envolvidos deverá “ser publicada nos próximos dias” no site da Direcção-Geral de Educação.

Em principio a ideia não me parece completamente fora do contexto que preconizo para a sociedade portuguesa, importa é saber se existem professores qualificados para encarem este desafio, que a meu ver não é fácil e é de uma tremenda responsabilidade.

No que concerne à Cidadania e Desenvolvimento a matéria é vastíssima e extremamente importante para construir uma sociedade que se pretende que seja melhor do que a que temos, tenhamos “fé”, que é a única coisa que nos pode salvar, que assim seja, relativamente às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), são também extremamente importantes por forma a termos futuros cidadãos cada vez mais capacitados nesta área e com maior desenvoltura intelectual sem descurar que o ser humano está em primeiro lugar e que as tecnologias de informação e comunicação estão ao serviço destes e não o contrário, vamos ver como diria o cego.

Henrique Pratas

 

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome