Edição online semanal
 
Segunda-feira 17 de Junho de 2019  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

“No passado e no futuro estamos todos mortos” é o novo livro de Miguel Esteves Cardoso

31-05-2019 - Redacção

No próximo dia 30 de maio a Porto Editora publica  No passado e no futuro estamos todos mortos,  o novo livro de Miguel Esteves Cardoso.

É em homenagem contínua ao presente, à vida, que “não é a melhor coisa que temos: é a única”, que este livro corre. Ao longo de mais de 200 crónicas, divididas por 11 capítulos, MEC escreve sobre os tempos, os amores, as irritações e os prazeres. Tudo o que faz parte da vida.

Capa do livro

“Nem sequer temos de escolher. Podemos viver sem querer saber. A vida não se pode desperdiçar: é sempre uma fortuna temporária, uma miséria irrepetível, o único momento da eternidade que é nosso”, escreve no prefácio a  No passado e no futuro estamos todos mortos. 

“Como é que a vida não é um milagre? Toda a vida de todos os seres vivos, sejam leveduras, papoilas, borboletas, leopardos, pessoas ou andorinhas. Sabemos como nascemos. Sabemos como morremos. Só nos resta viver.” 

O autor estará na Feira do Livro de Lisboa no dia 16 de junho, a partir das 15:30, para uma sessão de autógrafos integrada na programação do Espaço do Grupo Porto Editora, Autores que nos unem.

Miguel Esteves Cardoso nasceu em 1955 nasceu em Lisboa. Em janeiro de 1981 nascem em Manchester as duas filhas, Sara e Tristana. Em 2000 casou-se com a Maria João Lopes Pinheiro, amor da vida dele. A partir desse ano, dedica-se tanto ao casamento como ao trabalho. Desde 2009 escreve diariamente no  Público  e, em 2013, passa a ser autor da Porto Editora, a quem confia a obra inteira. É feliz da vida e vive com a Maria João em Colares.

Fonte: Comunidade Cultura e Arte

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome