Edição online semanal
 
Sexta-feira 16 de Novembro de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

“The Irishman”, novo filme de Martin Scorsese, só vai estar duas semanas nos cinemas?

02-11-2018 - Redacção

“The Irishman”, o próximo filme de Martin Scorsese a estrear nos cinemas, contará com Jesse Plemons, Anna Paquin, Robert De Niro, Al Pacino, Joe Pesci e Harvey Keitel no elenco.

O filme será baseado em factos reais e será uma adaptação do livro “I Heard You Paint Houses”, da autoria de Charles Brandt. O argumento será adaptado por Steven Zaillian, o mesmo de “Schindler’s List” (1993), “Searching for Bobby Fischer” (1993) ou “The Girl with the Dragon Tattoo” (2011).

Martin Scorsese e Joe Pesci durante as filmagens de “The Irishman”

Recentemente, em Oviedo, Espanha, cidade onde Scorsese recebeu o Prémio Princesa das Astúrias pelas Artes, o cineasta disse que só a Netflix esteve disposta a pagar pelo filme: “Onde vamos? Não sei. Devemos proteger o cinema, o ritual e a arte, contra os produtos de super-heróis ou quase de animação, que são um género próprio e estão bem, mas não é o cinema a que vou, aquele que quero preservar e gosto de restaurar. Esse também precisa do seu público e devemos convencer as pessoas a irem ver esses filmes. Eu preferia nas salas e não em casa. E esse hábito deve ser encorajado o maior tempo possível, mas os estúdios pararam de apoiar os cineastas: no meu caso, apenas a Netflix apoiou“, disse Martin Scorsese aos jornalistas antes do evento.

Agora, e através do seu amigo Paul Schrader sabe-se que o novo filme de Scorsese estará apenas duas semanas nos cinemas. Em declarações ao /Film Schrader disse: “Duas semanas, é tudo o que conseguiu como lançamento nas salas. A Netflix não quer saber dos lançamentos nas salas. Os estúdios estão a desmoronar-se. A Netflix é o novo modelo“, revelou o realizador do recente e aclamado “First Reformed” (ler crítica) e o também argumentista de “Taxi Driver” ou “Raging Bull” .

Paul Schrader e Ethan Hawke durante as filmagens de ‘First Reformed’ / Fotografia de A24

“The Irishman” era para ter um orçamento de cerca de 92 milhões de euros ,no entanto aconteceu uma derrapagem nos custos e o orçamento é agora de cerca 153 milhões de euros. Segundo o The Hollywood Reporter o deslize das contas teve a ver com a complexidade do projecto; a história atravessa várias décadas e os actores têm de ser rejuvenescidos digitalmente. A Industrial Light & Magic, empresa fundada por George Lucas, é a responsável por estes efeitos especiais.

Sendo assim, “The Irishman” tem agora um orçamento equiparado a um blockbuster da Marvel, no entanto o seu sucesso comercial não deverá ser igual a de um filme de super-heróis.

Se se verificar o que disse Paul Schrader, a Netflix quererá apenas cumprir o período de tempo obrigatório para tornar o filme legível para a corrida aos Óscares. “The Irishman” ainda não tem data de estreia oficial mas já se sabe que a sua estreia acontecerá em 2019, o mais provável é acontecer no último trimestre, mesmo a tempo da temporada dos Óscares.

Fonte: Comunidade Cultura e Arte

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome