Edição online semanal
 
Segunda-feira 24 de Setembro de 2018  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Marco Martins vai criar série com Bruno Nogueira. Estreia em Outubro na RTP2
“Sara” terá 8 episódios

20-04-2018 - Redacção

Depois de ter realizado o filme “São Jorge”, em 2016, e de ter percorrido, recentemente, o país com a peça de teatro “Actores” chega agora a vez de Marco Martins se aventurar na televisão.

“Sara” será assim a primeira série televisiva do cineasta português e a sua estreia está marcada para dia 3 de Maio, no IndieLisboa, onde vão ser exibidos os dois primeiros episódios. Depois, será exibida a 7 de Outubro na RTP2.

Para além destes detalhes, sabe-se que Beatriz Batarda será a protagonista de “Sara”, ao lado de outros nomes como Nuno Lopes, Albano Jerónimo, José Raposo, Miguel Guilherme, Rita Blanco ou Bruno Nogueira. A ideia original da série é de Bruno Nogueira, no entanto, o argumento foi escrito a três mãos: Marco Martins, Ricardo Adolfo e pelo próprio Bruno Nogueira. Na história, escrita por estes três nomes, há também referências a canções do cantor e compositor B Fachada, que também vai entrar na série, e a um romance do escritor Valter Hugo Mãe.

“Sara” vai assim contar a transformação da actriz de cinema e de teatro Sara Moreno (interpretada por Beatriz Batarda), conhecida pela densidade dos seus papéis dramáticos e pela facilidade que tem em chorar nas personagens que interpreta. No entanto, com a doença do pai, Sara deixa de conseguir chorar e é forçada a aceitar o papel principal numa telenovela, algo que irá transformar por completo a sua vida.

Por fim, e relembrando, “Sara” estreia em circuito de festival (IndieLisboa) no próximo dia 3 de Maio, às 21h30, no Grande Auditório da Culturgest.

Fonte: Comunidade Cultura e Arte

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome