Edição online semanal
 
Quinta-feira 18 de Outubro de 2018  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo

Questões Oportunas

A TOMATADA
07-09-2018 - Redacção

No passado dia 1 de Setembro, Almeirim viu acontecer a “Tomatada”, evento que não sendo original, já que copia a famosa “ La Tomatina” da pequena cidade de Buñol, que desde 1945, realiza esse evento.

Para além da manifesta falta de originalidade do evento, acreditamos que a “Tomatada”, serviu para fomentar a boa disposição e o convívio entre as pessoas, apenas isso.

Acerca da crítica mais comum apontada ao evento, o desperdício de alimentos, fomos informados que o tomate usado neste evento, embora produzido para a indústria transformadora foi considerado matéria excedentária de reduzido valor comercial, tendo sido posteriormente reaproveitado para a alimentação animal segundo foi igualmente veiculado.

No entanto na Segunda-feira passada dia 3 de Setembro, o Vale Virgo, que para quem desconhece é um pequeno curso de água que tem a sua nascente na serra de Fazendas de Almeirim, vindo por aí abaixo pelos campos, entra depois na cidade de Almeirim, passando por debaixo de casas e de ruas, tendo ainda alguns pequenos troços a céu aberto onde pode ser observado o mau estado em que se encontra, a poluição e o mau cheiro que possui, sendo um verdadeiro perigo para a saúde pública, nomeadamente por causa das ratazanas e dos mosquitos, o pequeno ribeiro vai desaguar na Vala, sucede que no dia que referimos acima o Vale, apresentava um aspecto e cheiro ainda pior, pois conforme as fotografias que acompanham este artigo mostram estava pejado de tomate a apodrecer, parecendo as escorrências de uma fábrica de tomate, naquilo que foi mais um crime ambiental num já martirizado curso de água.

Como se não bastassem as muitas casas que ainda têm linhas de esgoto ligadas ao Vale, ainda vieram conspurcá-lo mais ainda, pois nesta terra fazem-se quase sempre coisas sem ter a mínima noção daquilo que se está a fazer. Esta é a crítica que deixamos, será que entre os responsáveis da organização, entre os responsáveis da edilidade ou entre outras forças vivas da sociedade almeirinense não existe ninguém com o bom senso necessário para evitar semelhantes crimes ambientais?

Já agora o que faz o SEPNA? O que faz a Inspecção-geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território? O que faz o Município? O que fazem as gentes desta terra? Parece realmente que foram todos à Tomatada mas sem cuidar do que estavam a fazer!

Click nas imagens para ver maior

 

 

 

Voltar

 

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome