Edição online semanal
 
Quinta-feira 13 de Dezembro de 2018  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo

Questões Oportunas

Portugal visto como um país mais corrupto do que a média europeia
23-02-2018 - Eco.pt

O índice da perceção de corrupção mostra que Portugal é visto como tendo administrações públicas mais corruptas do que, por exemplo, o Chile ou os Emirados Árabes Unidos.

Portugal é visto como um país mais corrupto do que a média europeia, de acordo com o Índice de Perceção da Corrupção que foi divulgado esta quarta-feira pela organização não governamental Transparency International. Dos 180 países e territórios avaliados de acordo com a perceção do seus níveis de corrupção, Portugal fica em 29.º lugar, com a Nova Zelândia em 1.º e a Dinamarca em 2.º.

O índice usa uma escala de 0 a 100 para classificar o nível de corrupção que é percecionado no setor público de diferentes países. Enquanto zero representa um país totalmente corrupto, 100 é um país visto como livre de corrupção.

Mais de dois terços dos países avaliados estão abaixo dos 50 pontos. A média europeia fixa-se nos 66 — Portugal, por sua vez, tem apenas 64 pontos, sendo visto como mais corrupto do que a média europeia e do que países como os Emirados Árabes Unidos e como equivalente ao Qatar.

O presidente da Transparency International Portugal, a Transparência e Integridade, disse num comunicado da organização que Portugal não tem evoluído significativamente no índice ao longo dos anos em que este é gerado. “Esta estagnação é o retrato da falta de vontade política em adotar uma abordagem frontal a este problema crítico para o bom funcionamento das instituições e para a capacidade de a nossa economia ser competitiva e captar investimento e gerar emprego”, afirmou João Paulo Batalha, lamento que Portugal continue “cronicamente abaixo da média da Europa Ocidental no combate à corrupção”.

Fonte: Eco.pt

 

 

 

Voltar

 

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome