Edição online semanal
 
Quarta-feira 29 de Setembro de 2021  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo

Questões Oportunas

Ataques de 11 de setembro: o que aconteceu em 11 de setembro?
10-09-2021 - Patrick Jackson

Na terça-feira, 11 de setembro de 2001, atacantes suicidas apropriaram-se de jactos de passageiros dos Estados Unidos e os despenharam-nos contra dois arranha-céus de Nova York, matando milhares de pessoas.

O ataque continua sendo um dos eventos mais traumáticos do século, não apenas para os americanos, mas também para o mundo.

Quais foram os alvos?

Quatro aviões voando sobre o leste dos Estados Unidos foram apreendidos simultaneamente por pequenas equipes de sequestradores.

Eles foram então usados ​​como mísseis guiados gigantes para colidir com edifícios históricos em Nova York e Washington.

Dois aviões atingiram as Torres Gémeas do World Trade Center em Nova York.

O primeiro atingiu a Torre Norte às 08:46 Hora do Leste (13:46 GMT). O segundo colidiu com a Torre Sul às 09:03.

Os prédios foram incendiados, prendendo as pessoas nos andares superiores e espalhando fumo pela cidade.  Em menos de duas horas, as duas torres de 110 andares desabaram em enormes nuvens de poeira.

Às 09:37, o terceiro avião destruiu a face oeste do Pentágono - o gigantesco quartel-general das forças armadas dos EUA fora da capital do país, Washington DC.

O quarto avião caiu em um campo na Pensilvânia às 10h03, depois que os passageiros reagirem.  Pensa-se que os sequestradores pretendiam atacar o edifício do Capitólio em Washington DC.

Nova-iorquinos fugindo dos destroços do ataque

Quantas pessoas morreram?

Ao todo, 2.977 pessoas (sem contar os 19 sequestradores) perderam a vida, a maioria delas em Nova York.

  • Todos os 246 passageiros e tripulantes a bordo dos quatro aviões morreram Nas Torres Gémeas, 2.606 pessoas morreram - na época ou mais tarde devido aos ferimentos
  • No Pentágono, 125 pessoas foram mortas

A vítima mais jovem era Christine Lee Hanson, de dois anos, que morreu em um dos aviões com seus pais Peter e Sue.

O mais velho era Robert Norton, de 82 anos, que estava em outro avião com sua esposa Jacqueline, a caminho de um casamento.

Quando o primeiro avião atingiu, cerca de 17.400 pessoas estavam nas torres. Ninguém sobreviveu acima da zona de impacto na Torre Norte, mas 18 conseguiram escapar dos andares acima da zona de impacto na Torre Sul.

Cidadãos de 77 países diferentes estavam entre as vítimas. A cidade de Nova York perdeu 441 primeiros respondentes.

Milhares de pessoas ficaram feridas ou posteriormente desenvolveram doenças relacionadas aos ataques, incluindo bombeiros que trabalharam em detritos tóxicos.

Quem foram os agressores?

Uma rede extremista islâmica chamada Al-Qaeda planejou os ataques do Afeganistão.

Liderada por Osama Bin Laden, a Al-Qaeda culpou os EUA e seus aliados pelos conflitos no mundo muçulmano.

Dezenove pessoas realizaram os sequestros, trabalhando em três equipes de cinco e uma de quatro (no avião que caiu na Pensilvânia).

Cada grupo incluiu alguém que recebeu treino de piloto. Isso foi realizado em escolas de aviação nos próprios Estados Unidos.

Quinze sequestradores eram sauditas como o próprio Bin Laden. Duas eram dos Emirados Árabes Unidos, uma do Egito e uma do Líbano.

Como os EUA responderam?

Menos de um mês após os ataques, o presidente George W Bush liderou uma invasão do Afeganistão - apoiada por uma coalizão internacional - para erradicar a Al-Qaeda e caçar Bin Laden.

No entanto, foi só em 2011 que as tropas americanas finalmente localizaram e mataram Bin Laden no vizinho Paquistão.

O suposto planeador dos ataques de 11 de Setembro, Khalid Sheikh Mohammad, foi preso no Paquistão em 2003. Ele está sob custódia dos Estados Unidos na Baía de Guantánamo desde então e ainda aguarda julgamento.

A Al-Qaeda ainda existe. É mais forte na África Subsaariana, mas mesmo agora tem membros dentro do Afeganistão.

As tropas dos EUA deixaram o Afeganistão este ano após quase 20 anos, alimentando o temor de muitos de que a rede islâmica possa retornar.

Uma coleção de fotos das vítimas de 11 de setembro de 2001, no museu do 11 de setembro em Nova York

O legado de 11 de Setembro

A segurança de voo foi reforçada em todo o mundo nos anos que se seguiram ao 11 de Setembro.

Nos Estados Unidos, a Administração de Segurança de Transporte foi criada para reforçar a segurança em aeroportos e aviões.

Demorou mais de oito meses para limpar o "Ground Zero" - o local das torres gémeas caídas.

Um memorial e um museu agora estão no local, e os edifícios foram erguidos novamente, com um design diferente.

A peça central concluída - One World Trade Center ou "Freedom Tower" - é ainda mais alta (1.776 pés (541 m) do que a Torre Norte original, que tinha 1.368 pés.

A reconstrução do Pentágono demorou pouco menos de um ano, com a equipe de volta aos escritórios em Agosto de 2002.

Fonte: BBC News

 

 

 

Voltar

 

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome