Edição online semanal
 
Quarta-feira 12 de Dezembro de 2018  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

ISABEL DOS SANTOS & SINDIKA: Diamonds Are Forever

23-11-2018 - Rui Verde

Uma das áreas em que se tem sentido o tufão libertado por João Lourenço é a dos diamantes. O novo presidente começou por retirar os exclusivos de que gozavam Isabel dos Santos e Sindika Dokolo, o seu marido, na comercialização das pedras, e que resultaram em avultadíssimas perdas para o Tesouro angolano, denunciadas pelo perito David Renous, em recente conferência no Parlamento Europeu. João Lourenço avançou ainda com a operação «Transparência», cujo objectivo foi devolver ao Estado a exploração de diamantes, que se encontrava totalmente descontrolada.

Contudo, aparentemente, Isabel e Sindika não se deram por vencidos e, apesar da crise anunciada na sua joalharia chique DeGrisogono, ou talvez por causa disso, voltaram ao terreno, tentando sub-repticiamente recuperar a posição de privilégio perdida.

De facto, várias notícias dão conta de que, na Bélgica (capital mundial do comércio de diamantes), Sindika Dokolo está a constituir, através de Jacob Karko, uma empresa para regressar à comercialização dos diamantes angolanos.

Jacob Karko é um conhecedor do mercado africano de diamantes, no qual se estabeleceu como comprador. O analista da geoestratégia de diamantes David Renous, que o conhece, descreve-o como um competente gestor e operador do mercado, que começou a trabalhar no Congo e depois se mudou para Angola, mas sempre funcionando como lugar-tenente. Renous não tem dúvidas de que qualquer empresa em Karko apareça é uma empresa detida por outra pessoa. Karko também esteve ligado à Ascorp, onde foi director.

A Ascorp é a famosa empresa de diamantes onde Isabel dos Santos começou a sua carreira empresarial na área, ligada a Lev Leviev. Refira-se que Leviev se encontra em aparentes maus lençóis em Londres e Israel, tendo-se refugiado em Moscovo, segundo várias fontes. Aliás, em Israel está em curso uma intensa investigação policial respeitante aos interesses de Leviev, a qual já levou à detenção do seu filho Zvulun e de Reuven Shmuelov, CEO de uma empresa sua, a LLD. Portanto, nesta frente, um velho aliado de Isabel dos Santos encontra-se em sérias dificuldades com a justiça.

Voltando a Karko, este será o testa-de-ferro de Sindika para este regressar ao negócio dos diamantes em Angola, e nessa medida estará a tentar usar os contactos comuns que tem com Edeltrudes da Costa. Como se sabe, Costa é o actual ministro e director do Gabinete do presidente da República, e um dos muitos que fez o “salto transitivo” da presidência de José Eduardo dos Santos para a de João Lourenço.

É preciso não esquecer que Edeltrudes da Costa esteve envolvido no caso de Helena Teka, que foi violada por militares e ameaçada de morte, conforme reportou então o Maka Angola. É portanto uma figura que dificilmente representa o novo rosto que Angola quer mostrar ao mundo.

E esta é a questão fundamental que este artigo coloca. É normal que Sindika e Isabel tentem recuperar o espaço perdido no comércio de diamantes, e até é normal que procurem um testa-de-ferro em quem confiem, que conhece o métier e com quem trabalharam no passado.

O que levanta muitas preocupações são as ligações ao actual poder. Neste caso, a Edeltrudes da Costa. Há um verdadeiro problema na recondução dos antigos apparatchicks de José Eduardo dos Santos para cargos de grande poder e responsabilidade. E esse problema é o acesso e o comprometimento com o passado. Edeltrudes pode facilitar o acesso a Karko, dizendo que desconhecia as suas ligações a Isabel, e pode também estar comprometido com anteriores operações que agora não quer ver divulgadas. Aliás, basta ver a situação acima descrita e o que se passou com Helena Teka para se perceber a situação comprometida em que Edeltrudes se encontra.

É tempo de passar à segunda fase da governação de João Lourenço. Essa segunda fase assenta na nomeação de novas pessoas para os diversos cargos, cortando definitivamente com as práticas do passado.

Fonte: Maka Angola

 

 

 Voltar

Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome