Edição online semanal
 
Domingo 29 de Março de 2020  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Cientistas australianos descobrem defesa imunológica contra a Covid-19

20-03-2020 - EFE

Um grupo de cientistas australianos descobriu como o sistema imunológico combate a Covid-19. A informação que pode ser de vital importância na corrida para encontrar uma vacina contra o novo coronavírus, cuja pandemia já se espalhou para 162 países.

Num artigo publicado na terça-feira na revista científica  Nature Medicine , uma equipa de investigadores do Instituto Peter Doherty de Infeção e Imunidade, da Universidade de Melbourne, na Austrália, afirma que a reação do sistema imunológico contra a Covid-19 é  semelhante à da gripe .

“O nosso estudo fornece novas contribuições para a compreensão da amplitude e cinética das  respostas do sistema imunológico durante um caso não grave de Covid-19 “, afirma o artigo.

Os cientistas estudaram amostras de sangue de uma paciente 47 anos, infetada com coronavírus, que tinha viajado da cidade chinesa de Wuhan, origem da pandemia, para a Austrália. A paciente, que  não tinha patologias anteriores , foi colocada em isolamento, durante o qual conseguiu ultrapassar a doença, 13 dias depois de a ter contraído.

Dado o aparecimento recente do novo coronavírus, os cientistas têm ainda informação escassa acerca do seu comportamento, e de como o corpo humano reage ao vírus, mas a descoberta da equipa australiana  pode ajudar a descobrir a forma de o combater .

“Essa informação vai-nos permitir avaliar qualquer candidato à vacinação, já que num mundo ideal  a vacina deve imitar a resposta imunológica do nosso corpo “, explicou a microbiologista  Katherine Kedzierska , líder da equipa de investigação e autora proincipal do estudo, à cadeia de TV australiana ABC .

“O nosso estudo mostra pela primeira vez que  o corpo humano pode ganhar imunidade  ao vírus que causa a Covid-19, lutar e recuperar da doença”, acrescentou por seu turno a investigadora holandesa  Carolien E. van de Sandt , membro da equipa de cientistas.

Segundo Katherine Kedzierska, as células que foram observadas a “emergir”, pouco antes da recuperação do paciente,  são as mesmas que combatem a gripe .

O combate ao coronavírus pode ter encontrado os seus primeiros soldados.

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome