Edição online semanal
 
Sábado 18 de Janeiro de 2020  
Notícias e Opinião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Bloco de Esquerda anuncia abstenção na primeira votação do Orçamento

10-01-2020 - Catarina Almeida Pereira

Catarina Martins anunciou o sentido de voto esta quinta-feira, sublinhando que o orçamento vai garantir a eliminação das taxas moderadoras nos centros de saúde, um reforço adicional de 180 milhões de euros para a saúde, um aumento extraordinário das pensões ou a redução do valor das propinas.

O voto poderia até nem ser decisivo mas, ainda assim, o Bloco de Esquerda (BE) anunciou que se vai abster na primeira votação do Orçamento do Estado, na generalidade, esta sexta-feira.

"Esta negociação decorreu em condições difíceis e só terminou esta manhã", disse a coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins. "Temos questões ainda em aberto mas [também] questões que estão garantidas", disse.

A eliminação das taxas moderadoras nos centros de saúde, um reforço de 180 milhões de euros no SNS, um regime de exclusividade para os médicos em cargos dirigentes, a criação de equipas de saúde mental, a actualização extraordinária das pensões, a redução em 20% das propinas no primeiro ciclo do ensino superior ou o alargamento do complemento solidário para idosos (com a eliminação do rendimento dos filhos até ao terceiro escalão) estão entre as medidas que o Bloco garante que estão fechadas com o Governo.

A energia, os salários, e as alterações a outros apoios sociais estão em aberto, referiu Catarina Martins.

A declaração foi feita na sede do BE, um dia depois de o PCP e PAN terem anunciado que também se vão abster, com condições. Bastaria um voto idêntico do do PEV (que geralmente vota ao lado do PCP) ou de outro deputado para viabilizar a proposta do Governo.

O Bloco de Esquerda esteve ontem à tarde reunido com o Governo durante cinco horas. Seguiu-se uma reunião da comissão política.

"Havendo caminho negocial a abstenção parece-nos que é o que responde às necessidades do país", justificou a coordenadora do Bloco. Quanto à votação final global, "está tudo em aberto", referiu.

Fonte: Jornal de Negócios

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome