Edição online semanal
 
Quarta-feira 12 de Dezembro de 2018  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

Polícia de choque desmobilizou protesto no Porto de Setúbal

23-11-2018 - Diogo Ferreira Nunes

Estivadores foram retirados um a um pela polícia de choque, o autocarro com os trabalhadores que foram carregar os carros da Autoeuropa no navio Paglia entrou no Porto de Setúbal. Cerca de 90 trabalhadores estavam sentados ou deitados na estrada, polícia de choque retirou-os um a um.

A tensão no Porto de Setúbal escalou quando chegou o autocarro com os trabalhadores contratados pela Autoeuropa.

“Vão-se embora, vão-se embora”. Os estivadores estão a fazer tudo por tudo para tentar travar a entrada do autocarro com trabalhadores dentro do terminal da Autoeuropa. Assim que o autocarro se aproximou da entrada do terminal, derrubaram as grades montadas minutos antes pela polícia.

A tensão instalou-se e agora há uma situação de bloqueio: os estivadores estão sentados na estrada, a resistir, enquanto a polícia de intervenção está em modo de espera, com as proteções, em frente ao autocarro, a aguardar novas ordens.

O comandante distrital apela aos estivadores para que saiam da estrada e diz que “a polícia não quer bater em ninguém”. A polícia está a retirar um estivador de cada vez para evitar a violência, explica a comissária Maria do Céu.

Um dos manifestantes é o deputado do PCP, Bruno Dias, que já foi retirado pela polícia. O deputado tem estado com os estivadores neste protesto.

“Estão a roubar os trabalhadores”, gritam os estivadores que foram levados para fora da estrada pela polícia”.

O autocarro com os trabalhadores contratados pela Autoeuropa para carregar o navio Paglia com os carros estacionados em Setúbal chegou pelas 8h30 da manhã. Já antes, pelas 07h00, tinha chegado o navio Paglia, que deverá transportar os automóveis.

António Mariano, dirigente do Sindicato dos Estivadores e da Atividade Logística (SEAL), afirma que os homens contratados especificamente para esta tarefa terão recebido 500 euros por três dias de trabalho. “É um dos mais graves exemplos de intervenção do Estado para furar os seus próprios mecanismos”, acusa.

A Autoeuropa tem milhares de carros estacionados há duas semanas no Porto de Setúbal devido à greve dos estivadores precários afetos a dois dos terminais do porto de Setúbal.

O navio Paglia tem capacidade para três mil automóveis e partiu de Espanha com mil veículos. Deverá retirar dois mil carros do Porto de Setúbal.

O Paglia tem bandeira de Gibraltar e regressará a Espanha à 1h30 da manhã de sexta-feira, segundo o registo da Janela Única Portuária (JUP).

Fonte: DinheiroVivo.pt

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome