Edição online semanal
 
Sexta-feira 16 de Novembro de 2018  
Notícias e Opnião do Concelho de Almeirim de Portugal e do Mundo
 

A Divida à Segurança Social continua a Aumentar Atingindo, em 2017, 11.219 Milhões €

02-11-2018 - Eugénio Rosa

Neste estudo com o titulo “A DIVIDA À SEGURANÇA SOCIAL CONTINUA A AUMENTAR ATINGINDO, EM 2017, 11.219 MILHÕES € , E O ATUAL GOVERNO TEM PERDOADO ÀS EMPRESAS EM MÉDIA POR ANO 1.165 MILHÕES € DE DIVIDA ATRAVÉS DA CONSTITUIÇÃO DE PROVISÕES” analiso com base nos dados dos Balanços da Segurança Social divulgados nos relatórios do governo que acompanha o Orçamento do Estado (2006/2019) o aumento das dividas à Segurança Social as quais atingiram 11.219 milhões € em 2017, o que corresponde a 90% da despesa com pensões de velhice pagas nesse ano a todos os pensionistas.

Uma divida enorme, que tem aumentado com todos os governo, incluindo o atual que afeta a sustentabilidade da Segurança Social e impede o pagamento de melhores pensões aos reformados.

Analiso também a forma como os sucessivos governos, no lugar de procurar recuperar essa divida, dotando os serviços com meios humanos e materiais que possibilitem atuar com eficácia, preferem seguir o caminho mais fácil, constituindo provisões e com elas anular (perdoar) a maior parte dessa divida. No atual governo, o ministro Vieira da Silva tem sido um campeão nessa arte de anular a divida sem a receber: em 2 anos de governo PS/Costa/Vieira da Silva foram anuladas (perdoadas) 2.329,7 milhões € de dividas à Segurança Social através da constituição de provisões.

Espero que este estudo seja mais um alerta, a somar aos vários que já fizemos sobre esta matéria, em relação a uma questão vital para a esmagadora maioria dos portugueses - ter uma pensão digna que lhes permita viver com dignidade após se reformarem – a qual tem sido sistematicamente ignorada e silenciada por quem tinha a obrigação de ser diferente e atuar.

Eugénio Rosa

Economista

 

Voltar 


Subscreva a nossa News Letter
CONTACTOS
COLABORADORES
 
Eduardo Milheiro
Cordenador
Marta Milheiro
   
© O Notícias de Almeirim : All rights reserved - Site optimizado para 1024x768 e Internet Explorer 5.0 ou superior e Google Chrome